segunda-feira, fevereiro 07, 2011

busca incansável.

Tenho que admitir, mesmo que não querendo. Eu na verdade, queria largar a vida, e ir ai estar com você. Te ver apenas 30 minutos por dia, e segurar o choro por todo esse tempo. Mas te ver sorrir pra mim. Ganhar estranhamente, um dose a mais de força, me sentir inversível quando você sorri pra mim. Escutar mais um delírio seu, e me sentir, conformada com tudo isso. Mas te ver, sentir você por perto. Isso me dava força. Me fazia, querer resistir. Era sempre aquela rotina, pousada - hospital // hospital - pousada. Sabe, foram longos dias, mas era por você afinal, e por você, TUDO É VALIDO. E estou sendo mais forte do que eu esperava, e que todos imaginavam. Já faz, quase uma semana que não choro. E isso, pra mim é muito. Não posso ser fraca, lágrimas nos fazem fracas.
Você vai sair dessa, ou pra melhor ou pra pior. Só espero que não demore muito, pois daqui a pouco, eu desmorono em mim mesma. Papai!

Nenhum comentário:

Postar um comentário