domingo, dezembro 19, 2010

mesmice

Juras falsas e amor repetido, o mundo está sempre completo. Não se sabe o que é verdade e mentira, é tudo tão parecido, tão igual. Não igual ao antes, igual ao que dizem o que é certo. Sempre a mesma coisa, as mesmas palavras, os mesmos beijos e as mesmas flores. Nada se inova. Até o amor é o mesmo. Já se sabe, ou melhor, se decorou tudo. Como é o inicio, o meio e o final. Parece até discurso de político, ou de orador. Se sente a mesma nostalgia quando começa a acontecer. O sentimento não flui mais, apenas volta a tona. Muda-se o personagem, mas não o roteiro do filme. To de saco cheio disso, de amor perfeito, feito. Pode me dar novidades, ou outra forma de amor, porque dessa, eu já cansei.

Nenhum comentário:

Postar um comentário