terça-feira, outubro 05, 2010

Decepções, essa é a vida.

____________________________________________
Acreditamos, confiamos, nos entregamos. Quebramos a cara. Choramos, entramos em depreção, desacreditamos. Sorrimos, ficamos bem. Decidimos prosseguir, temos cautela, decidimos arriscar. Tudo é em vão novamente. Choramos, pedimos ajuda de amigas, queremos matar pessoas. Tudo passa, a ira, a raiva, o sofrimento, os dias de tortura, o amor. Nada é eterno. Lembranças, recordações. Sim, isso sim é eterno. Mas o sentimento é o que menos dura, com o tempo, as brigas, ele vai se desgastando, começa a não estar mais presente em todos os dias e momentos. Começa a ser apenas uma fatalidade. Deveríamos dar mais prioridade ao amor, a amizade. Afinal, é isso o que nos move. Mas não, pessoas estão preocupadas demais com suas próprias vidas, que fazem de sua presença, uma coisa dispensável.

Nenhum comentário:

Postar um comentário