terça-feira, janeiro 18, 2011

amanhã

Depois de tanto tempo, vou na sua casa mais uma vez amanhã. Não sei o que fazer, o que falar. Não sei como vai ser. Não sei se irei ficar triste ou feliz. Estou ansiosa, não consigo dormir. Fico imaginando como vai ser, e as vezes me desespero. Esperanças ainda existem, e as vezes me fazem mal. Sinto até arrepios sabe. É que depois, de quase desisti, eu lembrei, e percebi, que tenho que aproveitar o tempo que tenho com você enquanto você está, ou melhor, pode está comigo. Amanhã, vai ser, nem sei o que vai ser. Espero que corra tudo bem, que dê tudo certo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário