domingo, janeiro 09, 2011

É dom....


Bom, nós escritores ( se é que posso me considerar uma ) temos realmente, uma mente fantasiosa, e (no meu caso) sentimos tudo exageradamente, pelo menos as coisas relacionadas ao coração. E temos, um grandioso dom, o de criar histórias, de conseguir fugir dessa grande vida monótona. Tentamos, simplesmente, escrever o que queríamos que foce verdade, ou apenas, engrandecemos o que sentimos. Em fim, o que quero dizer, na verdade, é que.... nem todos dos textos, são verídicos, porque, se formos pensarmos, se tudo foce realidade, o mundo seria muito ruim, dramático, doloroso.

Um grande, PARABÉNS, os escritores históricos!

Nenhum comentário:

Postar um comentário