terça-feira, janeiro 25, 2011

Não quero entender

Admito, em meio à lágrimas, sorrisos, animo e alterações de humor. Sobrevive a Camila. Meu bem meio mal, meio viva. Sabe, eu realmente fiquei sem chão. Mas por poucos instantes apenas.
Hoje estou bem, nenhuma lágrima. Apenas aquela estranha sensação de que vai piorar. Mas hoje não importa mais, chega de sofrer.
Você está quase indo, mas pode voltar a qualquer momento. Temos que admitir, nossa relação era só fachada. Existia amor, isso é óbvil. Mas não presença, atenção.
Hoje eu vejo, o quanto poderia ser diferente, o quanto faz falta. Quantas noites sem dormir poderiam ser evitadas. Hoje de nada mais adianta.
Só sonhar [inutilmente] com um FINAL FELIZ.

Nenhum comentário:

Postar um comentário